Meu limão, meu limoeiro …Meu pé de jacarandá!

                                                                       2f5e46827c49af7f2f7580866922c59d

                   Tradução “politicamente correta” minha: Bondade. Não custa nada. Espalhe-a por aí.
 

Essa imagem me levou a pensamentos bem complexos e confusos nessa semana, não só por sprinkle ser uma palavra chatinha para traduzir (porque dependendo do que usar dá uma noção de quantidade diferente), mas pelo conteúdo dela.

Eu não sei se é só comigo, mas não importa o quanto tento viver essa bondade, eu só cruzo com chumbo e bala perdida na vida. Entenda-se bala perdida como pessoas perdidas e situações que ferem.

Fiquei analisando a frase e me perguntando cadê essa bondade? Eu procurei nas situações que eu andei vivenciando nos últimos tempos e tá difícil de achar viu! A maioria das situações é gente passando por cima dos outros, culpando todo mundo dos seus erros, prejudicando os outros por prazer, negando o direito de tratamento médico e até fugindo da gente com desculpas claramente inventadas para evitar o “trabalho” de ser sincero.

Amigos e amigas do partido do câncer, ainda mais se você descobriu agora que está doente, não ache, nem por um segundo, que por estar com câncer essa bondade vai chegar mais a você. Sim, encontramos pessoas iluminadas durante o tratamento e na convivência com a doença, mas encontramos cada coisa que também, só tendo muita calma para lidar.

Um exemplo claro disso foi uma experiência essa semana. Nas negociações de uma venda, mesmo sendo honesta, sincera e respeitosa fui feita de besta e alvo de uma calúnia das “braba”.  Daí você fica: WHHHHATTTT?! Terça-feira próxima estarei recebendo resultados importantes no meu tratamento, minha avó está quase vegetando no hospital e é isso que vem para mim?! Depois da mini revolta e com os pensamentos já clareados pela razão, percebi que conviver em sociedade e viver é isso aí , mais lasqueiraaaaaa impossível!

Desconstruir o conceito de vida “a lá” comercial de margarina é importantíssimo para se viver no mundo atual. Em tempos de tantos conflitos e dificuldades se não aceitarmos que viver é difícil mesmo e fazer dos limões uma limonada, não sei aonde nosso psicológico/emocional vai parar.

Nesse meio tempo, decidi que quero fazer a minha “limonada” bem doce e cheiaaaaa de leite condensado, quero ser o melhor que posso ser para o mundo e ver se consigo colocar essa bondade em prática, simplesmente porque isso me faz bem. Ainda haverá pessoas que vão deixar suas limonadas bem azedas, e ainda querer azedar a dos outros, mas quanto mais azeda eles tentarem deixar a minha, mais leite condensado eu quero por na delas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s